Café e doenças neurodegenerativas: Entenda a relação!

A relação entre o café e doenças neurodegenerativas ainda é desconhecida para muitas pessoas, e, apesar de ser uma bebida bastante popular no Brasil e no mundo, há muitos rumores sobre os benefícios do café para a saúde. 

É muito comum ouvir que o consumo do café não é recomendado ou pode fazer mal, no entanto, existem inúmeras pesquisas comprovando que o café é um aliado valioso na prevenção de doenças como Parkinson e Alzheimer.

Confira também: Benefícios do reaproveitamento sustentável da borra de café

Neste artigo, vamos mostrar a importância do café para a saúde e qual a sua relação com doenças degenerativas. Boa leitura! 🙂

Café é sinônimo de saúde?

café e saúde


Além de delicioso, o café é um energizante natural e uma opção de bebida que cai bem com diversos tipos de acompanhamentos.

Verdade seja dita: é muito difícil encontrar alguém que não goste de nenhum tipo de café, seja gelado, quente, doce ou amargo, é praticamente impossível não agradar a todos os gostos!

Entretanto, o café proporciona muito mais que sabor e aroma irresistíveis, ele é, também, um importante aliado na prevenção de doenças degenerativas, como o Alzheimer e o Parkinson.

Além do mais, o café ajuda a prevenir o diabetes,  no emagrecimento e oferece uma série de nutrientes antioxidantes, responsáveis por revigorar o organismo. 

Tudo isso com apenas uma dose de café por dia, incrível não é?

Café e doenças degenerativas: Qual a relação?

Se você é louco por um cafezinho, não deixe de conferir como ele pode diminuir as chances de desenvolver doenças degenerativas. Confira:

Parkinson 

A doença de Parkinson ocorre quando as células nervosas do cérebro que produzem dopamina são destruídas de forma progressiva, resultando em tremores, perda do controle corporal e rigidez.

Os fenilindanos, compostos que surgem no processo de torrefação dos grãos, interagem com as proteínas responsáveis pelo Parkinson e atuam como protetoras. 

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), homens que consomem 3 xícaras de café por dia apresentam um risco 5 vezes menor de desenvolver a doença.

Diversos estudos ainda estão sendo feitos para demonstrar os benefícios do café para evitar doenças, contudo, já existem centenas de pesquisas comprovando a relação do café e doenças degenerativas. 

Alzheimer

Assim como o Parkinson, o Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que resulta na diminuição progressiva das capacidades cognitivas.

No caso do Alzheimer, o café é responsável pelo aumento do fator GCSF presente no sangue,  evitando o progresso da doença. 

As pesquisas realizadas na Universidade da Flórida do Sul indicam que a cafeína também reduz a produção de beta-amiloide, substância que acredita-se ser a causa do Alzheimer.

Conclusão 

Como você pode ver, o café não proporciona somente energia e sabor, como previne doenças degenerativas e contribui para o bom funcionamento do nosso sistema neurológico.

Vale ressaltar que o café, por si só, é uma fonte de nutrientes natural, e o melhor é não estar acompanhado de adoçantes artificiais em grandes quantidades ou snacks industriais. 

Procure saborear o seu café da melhor forma e, é claro, manter uma dieta equilibrada. 

Esperamos que você tenha gostado! Não deixe de compartilhar esse artigo com seus amigos.

Leia também: 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.