Café Arábica x Café Robusta: entenda as diferenças.

Você sabia que a sua bebida predileta tem origem em dois principais grãos? Existem muitas espécies de café, mas os dois principais grãos cultivados e comercializados no Brasil e no mundo são os grãos arábica e os grãos robusta. Ambos são diferentes em muitos aspectos, apresentam inúmeras variações de aroma e sabor, então vale a pena ler e conhecer um pouco mais desses grãos que levam para a mesa do brasileiro a bebida mais consumida nacionalmente.

Café Tipo Arábica:

Muito apreciado e reconhecido pelos apreciados de café, a planta do café tipo arábica é originária da Etiópia. Tem gosto adocicado e ligeiramente ácido e um aroma muito suave, com cerca de 1,2% de cafeína.  O clima, o solo e a altitude dos locais de cultivo influenciam muito na qualidade do grão produzido, ou seja, quanto mais alto, melhor. A planta desse café é muito sensível e demanda de muito cuidado e tratamentos intensos, porém representa quase 60% da produção mundial e cultivados principalmente na América do Sul e América Central. Cafés com classificação gourmet são sempre 100% arábica e levam essa identificação.

Café tipo Robusta:

Para quem prefere um café mais forte e mais amargo, o café tipo robusta é ideal, por apresentar maior teor de cafeína (cerca de 2,2% – quase o dobro dos grãos tipo arábica). Antes de torrados (saiba mais sobre a torra dos grãos), possuem cor amarelo esverdeado. Originário da África, esse grão possui sabor típico e é popularmente mais consumido por seu melhor custo-benefício. Uma das aplicações mais comuns deste tipo de café é na fabricação dos cafés instantâneos. A planta cresce em altitudes compreendidas entre o nível do mar e 600 metros e resiste bem aos climas quentes e úmidos. Tem crescimento rápido, melhor rendimento e é mais resistente aos parasitas. Floresce várias vezes por ano e, por isso, sua produção é ligeiramente superior à do Arábica, porém representa apenas ¼ da produção mundial.

Os cafés mais consumidos no Brasil normalmente são blends desses dois tipos de grãos, que acabam resultando em cafés de maior custo-benefício comparado aos cafés gourmet 100% arábica. Agora que você conhece mais sobre os principais tipos de café consumidos do mundo, qual você vai escolher?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *